• Seja bem-vindo, hoje é Sádado, 20 de Outubro de 2018

Doenças - Glaucoma

Aumentar Letra
Diminuir Letra

O QUE É GLAUCOMA?

Glaucoma é uma doença ocular geralmente provocada pelo aumento da pressão dentro do olho, que ocorre por causa da produção acima do normal de um líquido chamado humor aquoso (líquido interno do olho) ou mais frequentemente, porque o escoamento desse líquido está diminuído pelo organismo. Essa produção elevada ou falta de escoamento para o humor aquoso (mecanismos glaucoma), pode pressionar (afetar) o nervo óptico e causar a cegueira.  Não é contagioso, não ameaça a vida e, se for precocemente diagnosticado e tratado, raramente leva a cegueira. Embora não possa ser curado, pode ser, na maioria dos casos, controlado. 

CAUSAS

O glaucoma pode ser congênito (raro), primário ou secundário a outra doença. Porém, são fatores de risco para o glaucoma, ou seja, são mais propícios para as pessoas que têm: idade acima de 40 anos, portadores de diabetes ou hipertensão arterial, possuem histórico de glaucoma na família, usam por muito tempo esteróides (corticóides) e portadores de miopia ou outras doenças oculares. Sendo que pessoas de raça negra ou descendentes asiáticos têm maior predisposição para a doença.

SINTOMAS

No início da doença, geralmente, o paciente não sente nada nos olhos e a visão é normal. Na maioria dos casos, o glaucoma progride lentamente sem que o paciente se dê conta da perda gradual da visão lateral, por isso que é importante um acompanhamento oftalmológico regular. 

DIAGNÓSTICO

0 glaucoma pode ser detectado somente após um exame oftalmológico (consulta) cuidadoso, em que o médico faz a medida da pressão intra ocular e o exame do fundo de olho por meio de aparelhos apropriados. Depois do diagnóstico do glaucoma, o oftalmologista precisará de exames complementares para a avaliação do estágio da doença, e a partir disso, poderá definir qual será o melhor tratamento.

TRATAMENTO

O tratamento que precisa ser feito ao longo da vida é a prevenção, impedindo que a doença se desenvolva, através do controle da pressão intra-ocular, pois não é possível trazer de volta a visão perdida causada pelo glaucoma. O ideal é que o portador de glaucoma faça acompanhamento oftalmológico no mínimo a cada seis meses.
Alguns tratamentos indicados são:

Medicamentos

Podem ser orais ou, em sua maioria, a base de colírios (que respondem bem ao tratamento se administrados corretamente pelo paciente, seguindo os horários e a quantidade ideal de gotas aplicadas aos olhos, prescritos pelo oftalmologista).

Cirurgias convencionais

Realizada quando os medicamentos não são bem sucedidos no controle da pressão intra-ocular. Na cirurgia convencional é aberto cirurgicamente um novo canal de escoamento para o humor aquoso (líquido interno do olho), ou introdução de um tubo de drenagem intra-ocular, para que o escoamento desse líquido volte ao normal, mantendo assim a pressão do olho controlada. Em poucos casos, após meses da cirurgia, o próprio organismo do paciente acaba fechando o escoamento, dessa forma, o paciente precisa voltar ao uso de medicação para controlar a pressão ocular.

Cirurgia a Laser

A cirurgia a laser para glaucoma trata-se de um método inovador, que traz mais segurança e estabilidade para pacientes glaucomatosos.
O procedimento é menos traumático do que a cirurgia tradicional, não há necessidade de pontos, a anestesia é local e o pós-operatório é mais rápido e confortável para o paciente.

A inovação do tratamento é que o laser age direto na produção (fábrica) do humor aquoso (líquido responsável pelo aumento da pressão no olho), fechando alguns pontos de fabricação, diminuindo a sua produção total, mantendo dessa forma a pressão intra-ocular controlada. 
É importante saber, que para o paciente poder operar o glaucoma com a cirurgia a laser, é necessário que ele já tenha sido operado de catarata (doença responsável pelo envelhecimento do cristalino do olho) ou, que esteja com a doença e precise submeter-se aos dois procedimentos ao mesmo tempo, para maior segurança do resultado.

O glaucoma, assim como outras doenças oculares, quanto mais cedo diagnosticado, mais chances de sucesso no tratamento, por isso, é tão importante o acompanhamento oftalmológico regular.
Marque a sua consulta!
Marque sua Consulta Pelo Whatsapp
Urgência Oftalmológica

Horário de Funcionamento: de Segunda a Sexta das 7h às 19h e Sábado das 8h às 12h


Unidade São José: Rua Campo do Brito, 995, Bairro São José CEP 49020-380 | Rua Const. João Alves, 350, Bairro São José CEP 49020-340 | Aracaju - Sergipe
Unidade Centro Médico Jardins: Av. Min. Geraldo Barreto Sobral, 2131, Térreo, Bairro Jardins CEP 49026-010 | Aracaju - Sergipe
Unidade Lagarto: Rua Josias Correia Fontes, 22, Bairro Centro (próximo ao Hospital Nossa Senhora da Conceição) CEP: 49.400-000 | Lagarto-Sergipe


Copyright© HOS - Hospital de Olhos de Sergipe - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: WebD2